linha de topo

linha em branco

 

 

 

 

AQUA.ENG.BR

Ano 17,  .

Falésias na praia do Morro Branco e seus labirintos naturais, em Beberibe, Ceará.

linha em branco

ARTIGOS TÉCNICOS

COMENTÁRIOS

CONTATOS

EDITORIAIS

E-MAIL

ENTREVISTAS

EVENTOS

FOTOS

   

FRASES

HIDROMETRIA

REPORTAGENS

       

 

   

 

 Você não controla o que não consegue medir

 

     

 

AquaMail

Há 10 anos

Segurança nuclear brasileira é inspecionada.

IPCC diz agora como salvar o planeta

Hiderelétrica do Rio Madeira causam polêmica

ONU faz novo alerta à humanidade

Angra 3 é prioridade do Governo

Esgoto doméstico é o grande vilão.

Vale do Rio Doce vai construir termelétrica no Pará

Ex-governador de Sergipe critica a transposição do Rio São Francisco

Em 20 anos, faltará água para 60% do mundo, diz a ONU

Alerta sobre clima assusta o planeta

Meteorologista gaúcho descarta catástrofes

Rotina ecológica protege o meio ambiente

ANA investe no Rio São Francisco

Não é seguro o Protocolo de Quioto

Está poluída a maior lagoa salgada do mundo

Território chinês está em situação ecológica frágil

Há 13 anos

Água mais pura do mundo pode estar ameaçada

 

02/02/2017

Privatização da CEDAE gera tumulto nas ruas do Rio

 

 

Publicações

Água, Micromedição e Perdas

Antônio Linus Rech

 

 

Medição de Água - Estratégias e Experimentações

Bonato, Nielsen

e Sachet.

 

 

BOA LEITURA

 

 

05.01.2017

Iniciado último ano de prazo para exigência do Plano Municipal de Saneamento Básico

 

17.01.2017

Mancha no Guaíba não afeta abastecimento de água em Porto Alegre

 

09/02/2017.

Educação ambiental chega à Zona Norte de São Paulo

 

09/02/2017

Privatização da CEDAE mantém o Rio em tumulto

 

07/02/2017

Goiás é o estado que apresenta o menor índice de perdas de água

 

14/02/2017.

CEDAE SEGUE NA VITRINE

Servidores fazem novo protesto no Rio contra a privatização

 

 

16/02/2017.     

Corsan amplia estação de tratamento de esgotos em Passo Fundo

 

17/02/2017.     

Auditoria Interna da Sabesp conquista certificação internacional

 

 

21/02/2017.     

Assembleia fluminense autoriza venda da Cedae

 

 

23/02/2017.     

Operação caça-fraude interrompe furto de água em São Paulo

 

03/03/2017.     

Flagrantes de furto de água sobem 35% em regiões de São Paulo

 

20/02/2017. 

Greenpeace questiona Doria sobre ônibus não poluente para São Paulo

 

09/03/2017.     

Casan nega privatização,

embora conste de pacote federal

 

 
 

 

 

 

 

 

 

25/04/2017

Brasília é sede de eventos preparatórios para o Fórum Mundial da Água

Em mais uma etapa de preparação para o Fórum Mundial da Água, que acontece de 18 a 23 de março de 2018 no Brasil, dois eventos serão realizados em Brasília nos dias 25 e 27 de abril. Hoje, (25/04), o CEBDS promove o Fórum Água de Engajamento Empresarial, e nos dias 26/04 e 27/04 haverá o 2º Encontro de Stakeholders (atores interessados), ambos preparatórios para o 8º Fórum Mundial da Água.

 

22/04/2017

Sabesp pede economia de água na região do Ipiranga e Aclimação

Alguns bairros da capital paulista têm o abastecimento de água prejudicado por problemas na distribuição. A Sabesp realiza reparo emergencial de vazamento na rua Dona Inácia Uchoa, na Vila Mariana

 

16/04/2017

Prazo se encerra neste ano e leva vários municípios paulistas a iniciar o PMSB

Plano Municipal de Saneamento Básico deve ser concluído até 31 de dezembro para municípios poderem buscar financiamentos federais.

 

11/04/2017

Poço profundo de captação de água em Maravilha (SC) apresenta problemas e afeta abastecimento

O sistema de abastecimento de água de Maravilha, no Oeste Catarinense, apresentou problemas no final da tarde desta segunda-feira (10/04). Equipes da  CASAN  avaliam os equipamentos com necessidade de reparo e providenciam a substituição. A normalização será gradual e está prevista para conclusão até segunda-feira (17/04).

 

04/04/2017

Brasil participa da criação de novo indicador de qualidade da água, um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Estudos realizados no Estado de São Paulo estão ajudando a desenvolver um novo indicador de qualidade da água para mensuração de um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

 

28/03/2017

São Paulo e México trocam experiências sobre reúso e utilização racional da água

Evento, em 31 de março, marca encontro de especialistas mexicanos e paulistas, em São Paulo. Serão discutidas novas soluções para melhorar o aproveitamento dos recursos hídricos.

 

24/03/2017

Captação no Rio Jundiaí, em Várzea Paulista

A Sabesp inaugurou nesta sexta-feira (24/03) a nova captação no Rio Jundiaí, encerrando as celebrações da Semana da Água.

 

 

20/03/2017

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

São Paulo expõe peixes para celebrar despoluição do Rio Jundiaí

Espécies ficarão em exposição gratuita por seis meses, no Bairro Ipiranga. O jundiá, peixe que dá nome ao rio e que voltou às suas águas após três décadas, está presente.

 

O jundiá ficou cerca de 30 anos sumido do rio que o homenageiaMas desde 2013, com a despoluição do Jundiaí, o peixe voltou às suas águas, simbolizando a recuperação de um dos rios mais importantes do Estado de São Paulo

 

17/03/2017

                                                                                          ____________        

          

 NOTA DE ESCLARECIMENTO

A CASAN reafirma que o atual governo não vendeu e nem venderá nenhuma ação da Companhia por entender que a empresa superou dificuldades do passadoA hipótese de privatização não existe, pois não há lógica em se desfazer de uma estatal sólida e saudável do ponto de vista econômico e que vem elevando os indicadores de saúde e qualidade de vida dos catarinenses.

 

CASAN / MATRIZ | Rua Emílio Blum, nº 83, Florianópolis | CEP: 88.020-010

 

 

16/03/2017

A Secretaria do Meio Ambiente do Município de Itabirito emitiu nota de esclarecimento, nesta quarta-feira (15/03), informando sobre as providências tomadas em relação aos rejeitos que afetaram o Rio Itabirito no último domingo.

 

16/03/2017

Em quatro anos, Boletins de Ocorrência por furto de água aumentam 477% na Grande São Paulo

O número de Boletins de Ocorrência por furto de água registrados pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) teve crescimento de 477% em 2016, se comparado com 2013, ano anterior ao início da crise da água.

 

14/03/2017

Durante a semana do Dia Mundial da Água - 22 de março - a CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) abrirá suas estações para visitação, em todas as regiões do Estado.

 

13/03/2017

Justiça manda proprietário ligar imóvel à rede de esgoto

Sob pena de pagar multa diária de R$ 1.000,00 e com prazo até esta segunda-feira (13/03), proprietário iniciou as obras para cumprimento da sentença.

 

 

11/03/2017

MARCO HISTÓRICO

Inaugurado o primeiro canal da transposição do Rio São Francisco

Nesta sexta-feira (10/03), autoridades federais e estaduais da Paraíba inauguraram o Eixo Leste, primeiro canal da  transposição do Rio São Francisco, que vai abastecer o Nordeste brasileiro.

Em Monteiro (PB), estiveram presentes Michel Temer, o governador da Paraíba Ricardo Coutinho, o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, e várias autoridades.

Com as obras iniciadas pelo Exército Brasileiro, em 2007 na gestão do Governo Lula, começa a se concretizar o abastecimento regular de água a cidades dos estados da Paraíba e de Pernambuco.

 

Dólar e euro hoje:

EDITORIAL

Dia Mundial da Água, há o que comemorar

Habitualmente, em 22 de março fala-se sobre os males que o homem causa ao Planeta e sobre as ameaças que ele representa aos recursos hídricos. Palestras, seminários e alertas são feitos em favor da sustentabilidade, e muito pouco se concretiza como benefício obtido, sem prejudicar a Natureza.

Mas duas ações, ocorridas aqui mesmo no Brasil, trazem alguma esperança.

A transposição de um rio - Neste mês foi inaugurada oficialmente a primeira etapa da Transposição do Rio São Francisco. O Eixo Leste, primeiro de dois canais projetados – na verdade, um complexo de obras composto por canais abertos, adutoras, aquedutos, túneis e represas – passa pelos municípios pernambucanos de Floresta, Betânia, Custódia e Sertânia, e ainda por Monteiro, na Paraíba. É água do São Francisco chegando ao tão necessitado Nordeste Brasileiro.

Com 217 quilômetros de obras executadas, o Eixo Leste está concluído e permite abastecer a cerca de 4,5 milhões de pessoas, em 168 municípios dos estados de Pernambuco e Paraíba. A obra é composta por seis estações de bombeamento, cinco aquedutos, um túnel, uma adutora e 12 reservatórios.

Em meio à euforia do nordestino, habitante de uma região que pena há séculos com a seca permanente e vê agora um sonho realizado, questões políticas e de interesses setorizados tentam minimizar a grandiosidade da obra e sua eficiência indiscutível. Mas, nada poderá retirar seu valor humanitário e social. Foi um ato de coragem daqueles que decidiram tirar do papel projetos já ventilados nos idos tempos do Império.

A transposição do São Francisco é obra que fará história não só por sua magnitude, mas principalmente pelo seu valor social.

A despoluição de um rio – Quando se fala em despoluição de cursos hídricos, logo salta o exemplo do Rio Tâmisa, de Londres. Nele proliferavam cardumes de salmão, expulsos pelo homem que poluiu suas águas a ponto de o rio ser apelidado como o “Grande Fedor”. No entanto, ao longo de décadas, ações governamentais e investimentos de porte fizeram com que o salmão retornasse por volta de 1970. A despoluição do Tâmisa foi um marco, uma vitória dos ingleses.

No Brasil temos exemplo semelhante, ressalvadas as características de cada caso. O Rio Jundiaí volta a ser o habitat do jundiá, um peixe também expulso pela poluição. O jundiá é o bagre que deu nome ao rio.

Monitorado pelo Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) e usado por todos os municípios por ele percorridos, o Rio Jundiaí atingiu elevado grau de poluição, a ponto de ser classificado como rio Classe 4. Vale dizer, suas águas foram proibidas ao consumo humano.

E o jundiá teve o mesmo destino do salmão.

Mas, num exemplo ao país, ações de governos, mobilizações sociais e participação da indústria levaram a um enorme esforço conjunto para limpar o Jundiaí. Os trabalhos foram iniciadas em 1984 e hoje, para orgulho e benefício da população do seu entorno, o Jundiaí já está reclassificado como um rio Classe 3, e serve novamente para o consumo humano. Sem dúvidas, com a continuidade das ações antipoluentes, o Jundiaí vai melhorar ainda mais sua qualidade.

Para celebrar o feito, a partir deste mês na cidade de São Paulo, está montado um aquário repleto de jundiás. Por seis meses a população pode visitar o peixe que retornou ao seu rio.

A transposição do São Francisco e a despoluição do Rio Jundiaí são marcos históricos que trazem alento e credibilidade, num Brasil que pode dar certo apesar dos solavancos ora vividos.

Basta querer.

 

 

EDITORIAL 21

Privatização e tarifa única para o saneamento

O Brasil deu os primeiros passos na busca de eficiência no saneamento básico, com coragem e tarifas reais, por volta dos anos 60 do século passado.

 

 

 

aaaaaa

Curso de pesqusisa de vazamentos

Ótima oportunidade para síndicos e zeladores de condomínios. Inscrições abertas.

 

aaaaaa

 

 

 

 

Copirraite 2000 © 2017, AQUA.ENG.BR - Todos os direitos reservados.

O Concorrente

 

 

 

linha de espaç